O que bombou nas redes sociais neste início de setembro, foi a mais estranha comemoração do dia do sexo, 6 de setembro, que faz uma referência jocosa com o número 69 (maliciosos entenderão, inocentes e ingênuos procurarão no Google e se escandalizarão).

Essa foi sem dúvidas a mais bizarra celebração de algo da história da humanidade.

Não tem pra ninguém: o Brasil transcendeu a inversão de valores de tal modo que alcançou manifestação física do conceito, o culto ao feio materializou-se, cristalizou-se e ganhou vida em Brasília.

Pouco antes dos 4 minutos do áudio abaixo, Joesley Batista fala de suruba entre Dilma Rousseff, Cármen Lúcifer e José Eduardo Cardozo.

Ao imaginar a cena, nem em The Walking Dead se viu algo parecido e nem os protagonistas de Supernatural se arriscariam na situação, a coisa saiu do controle mesmo e este 6 de setembro superou qualquer sexta feira 13.

Alguém consegue imaginar o Christian Grey do PT num tórrido triangulo, transando com Cármen e Cardozo?

Imaginar que seria capaz de se excitar com Cármen Lúcifer até vai, mas o pinto de Dilma subiu para o José Eduardo Cardozo, este que aliás é o personagem mais feminino dos três.

Ouvi dizer que no momento em que a porta da sala se fechou, quando os três apareceram sedentos por sexo, o anão e a mulher barbada saíram correndo, junto com Jason Voorhees e Freddy Krueger que alegaram ser muito além do inferno.

A TV Senado e TV Câmara já podem passar no XVideos ou RedTube, numa categoria nova: orgia política e o Brasil não precisa mais ser levado a sério.

Quanto pior, melhor.

Me lembro de quando criança ouvir constantemente que a política era lugar de puta e filho da puta, mas no dia de hoje, eu preciso pedir desculpas a tão excelsos profissionais que não mereciam ouvir tais insultos desproporcionais, então lá vai: Putas desculpem-me por compará-las com tais políticos! Vocês são muito melhores que isso!

Não me lembro de ver uma prostituta por pior que fosse, vendendo leis e negociando tráfico de drogas com meu dinheiro e por sexo.

O próximo passo será o Brasil no Discovery Channel, sabem aqueles vídeos curiosos? Macaco transa com gato, gato transa com coelho, cachorro transa com urso de pelúcia e etc. Então, é mais ou menos isso, eu explico.

Olívio Dutra aos 20 anos se declarava campeão de punheta e orgulhava-se publicamente disso.

Lula sentia um orgulho tremendo de transar com cabritas.

Gleisi Hoffmann não ficou para trás e também transou com um animal: Alexandre Romano – e segundo os bastidores do PT, embora socialista a mulher é muito liberal…

A zoofilia não acabou aí, Dilma comeu José Eduardo Cardozo e Cármen Lúcifer de uma vez só.

Eu não tenho um pingo de vontade de esperar por eleições, o brasileiro precisa se armar e mostrar que é macho, meter o pé na porta desses filhos da puta e botar ordem na casa.

Chega de sermos tratados como um puteiro! CHEGA PORRA!

Se você que está lendo, me disser que tem respeito por um só destes nomes, saiba de antemão que você não passa de um filho da puta e merece o país que vive: você não é apenas parte do problema, você é onde o problema começa, você é um desgraçado.

Abaixo, segue o áudio para vosso desespero. E tenho dito.

Anúncios