Neste 10 de outubro, entre os assuntos mais marcantes do dia todo na internet esteve a estratégia de marketing errada de uma das empresas mais conhecidas do país, a fabricante do sabão OMO decidiu inovar e afrontar a população investindo na ideologia de gênero para crianças com força.

Não bastasse os casos recentes do Santander e do MAM, agora foi a vez de OMO entrar na dança contra o povo.

O vídeo distribuído em seu canal no endereço: https://www.youtube.com/watch?v=CKqCidMktkY alcançou até as 22h30 a marca de 105 mil negativações, um absoluto record de “não gostei” para uma propaganda.

Este tipo de erro de marketing que pode causar a rejeição do público por um produto que nada tem de político, é comum aqui no Brasil.

Anúncios