Homem de Ferro foi aos cinemas em 2008 para contar a estória do herói mais sisudo da Marvel Comics.

A narrativa é sobre como o bilionário fabricante de armas militares, Tony Stark, se torna o Homem de Ferro. Após uma apresentação de armas para as Forças Armadas Americanas ele sofre um atentado. Ferido e desinformado ele é sequestrado por terroristas islâmicos e levado ao Oriente Médio, onde fica cativo em uma caverna. Os terroristas lhe fazem uma proposta: ele deve reproduzir sua arma mais poderosa, os mísseis “Jericho” e em troca será libertado em seguida. Stark sabe que se não fizer será morto e se fizer será também. Ele aceita a proposta para ganhar tempo, mas no cativeiro ele desenvolve outra coisa, uma armadura. De volta aos EUA, ele toma consciência com a realidade da guerra, que apesar dos militares realizarem um trabalho responsável e correto, há tráfico de armas acontecendo em sua própria empresa. Tony toma decisões drásticas, enquanto por outro lado continua desenvolvendo sua armadura. A que desenvolveu no deserto era precária, mas a nova… Terminada sua obra de arte, ele vê no noticiário os mesmos sequestradores que o mantiveram refém e vai em busca deles, mas o perigo não está só lá. Surge assim, o Homem de Ferro.

A fotografia é uma obra de arte em cores vivas, com muito movimento de câmera e poucos cortes. A música varia entre o clássico orquestrado e o hard-rock, inclusive AC/DC caiu como uma luva para o personagem. A edição é fantástica, as mudanças de quadro servem-se da mesma música quando necessário para completar as informações da linha de raciocínio e mantém assim o ritmo. O roteiro é veloz e não deixa faltar nenhuma informação ou clareza em momento algum.

O elenco é sem par. Robert Downey Jr. nasceu para ser Tony Stark (Homem de Ferro), disso não restam dúvidas. Gwyneth Paltrow é fantástica como Pepper Potts a assistente mais comprometida que um empresário poderia desejar. Estes dois são destaque, mas os demais todos merecem elogios.

O que a trajetória de Tony Stark nos transmite, é que a vida tem um propósito e que nós devemos encontra-lo. A ideia trabalhada é a ideia de legado. É a consciência de que cedo ou tarde vamos morrer e que devemos fazer o bem em vida, mesmo que isso nos custe alto.

O objetivo do filme era apresentar o herói, como se formou, sua personalidade, e seus princípios e valores, isso foi feito com sucesso absoluto. Kevin Feige demonstrou seu valor neste filme.

Uma nota 10 é injusta: o filme merecia muito mais.

Trailer de Iron Man

Ficha técnica

Filme / Ano Iron Man (Homem de Ferro) / 2008
Produção Avi Arad, Kevin Feige
Direção Jon Favreau
Roteiro Mark Fergus, Hawk Ostby, Art Marcum, Matt Holloway

(Baseado em Homem de Ferro de Stan Lee, Larry Lieber, Don Heck, Jack Kirby)

Fotografia Matthew Libatique
Música Ramin Djawadi
Edição Dan Lebental, Glen Scantlebury
Elenco Robert Downey Jr, Terrence Howard, Jeff Bridges, Shaun Toub, Gwyneth Paltrow
Orçamento / Receita US$ 140 milhões / US$ 585 milhões
Anúncios