The Wolf of Wall Street é um filme de 2013 que chegou ao Brasil com o nome de “O Lobo de Wall Street“. O filme é baseado no best seller autobiográfico “The Wolf of Wall Street” de Jordan Belfort.

A história contada é real. É a autobiografia de Jordan Belfort que começa como um jovem recém casado que inicia sua carreira como corretor da bolsa de valores em Wall Street, encontra um chefe-professor que lhe dá conselhos nada éticos e os segue ao limite. Jordan segue crescendo e uma entrevista concedida a um jornal lhe rende o apelido de “Lobo de Wall Street”. Ele segue seu caminho e alcança o topo numa trilha criminosa e hedonista. Entre muito dinheiro ilegal, sexo e drogas, a impressão é que a vida é um playground. Acontece que todo caminho de crimes tem um fim e toda ação irrestrita tem um freio. Jordan descobrirá que muitas pessoas não são o que ele pensa e que os limites, se não forem respeitados podem acabar custando muito caro.

O verdadeiro Jordan Belfort começou sua carreira como corretor da bolsa de valores. Fundou no final da década de 1980 a empresa Straton Oakmont. Sua empresa foi fechada em 1998 pela polícia federal (FBI). Em 2003 foi acusado de lavagem de dinheiro e fraude de valores mobiliários, negociou delação premiada e pegou 4 anos de prisão. Após cumprir sua pena se tornou autor e palestrante. Sua trajetória foi criminosa e fez 1500 investidores vítimas de suas fraudes. É autor de dois livros: O Lobo de Wall Street (Bantam, 2007) e A Caçada ao Lobo de Wall Street (Bantam, 2009).

O roteiro é veloz e o ritmo é frenético, além do que, não deixar faltar qualquer informação ao expectador. A mensagem do filme por trás da história de Jordan é sem dúvidas uma crítica do anarco-capitalismo, ou o capitalismo sem religião e portanto sem regras. Belfort perde-se em uma trajetória de prazeres e imoralidade sem ver limites e seu freio é apenas o FBI. Em termos de conteúdo ideológico Martin Scorsese serve-se de uma ampliação indevida ao estender a história do personagem à história do mercado, generalizando em determinado momento Jordan afirma que sua empresa é a América. Esta ampliação é marxismo cultural e para olhos atentos uma mancada óbvia, pois esta é a história de um criminoso e não de uma sociedade inteira: neste ponto o arco narrativo é deformado. Este é o ponto onde a narrativa se torna uma acusação vil, fazendo parecer que todo capitalista é um criminoso.

A fotografia usa um esquema de cores bem vivas o tempo todo dando intensidade à cada momento. A trilha sonora é o pop frenético e fútil que dá ao filme uma impressão de casa noturna em tempo integral: a sensação é que a vida do sujeito é uma boate. A edição é fantástica pois mistura toda essa energia à uma narração que conversa diretamente com o expectador.

O elenco varia entre o ótimo e o excelente com apenas um demérito: Kyle Chandler como Patrick Denham o agente do FBI foi muito fraco. No mais, Leonardo DiCaprio como o carismático bandido Jordan Belfort foi excelente. Jonah Hill como o fiel escudeiro Donnie Azoff (baseado em Danny Porush) foi sensacional. Margot Robbie como a fútil alpinista social Naomi Lapaglia foi uma escolha acertada.

A direção de Martin Scorsese conseguiu imprimir a história de Belfort no coração do público com muita energia e humor dando ao drama um novo sabor, um predatório sarcástico delicioso. A orquestra dessa equipe toda recheada de talentos rendeu um grande filme cujos 180 minutos passam num piscar de olhos.

A produção contou com um orçamento de US$ 100 milhões e retornou uma bilheteria de US$ 392 milhões. O filme foi indicado a 203 prêmios dos quais ganhou 38. Entre as indicações, 5 foram para o Oscar, mas infelizmente não ganhou nenhum.

Não fosse a deformação da narrativa o filme teria uma nota 10 sem qualquer dúvida, eu dou uma nota 8,0 sabendo que foi sim muito bom, mas poderia ter sido melhor.

Trailer de The Wolf of Wall Street ( O Lobo de Wall Street )

Ficha técnica de The Wolf of Wall Street ( O Lobo de Wall Street )

Filme The Wolf of Wall Street ( O Lobo de Wall Street )
Ano 2013
Duração 180 minutos
Produção Martin Scorsese, Leonardo DiCaprio, Riza Aziz, Joey McFarland, Emma Tillinger Koskoff
Direção Martin Scorsese
Roteiro Terence Winter

Baseado em The Wolf of Wall Street de Jordan Belfort

Fotografia Rodrigo Prieto
Música Robbie Robertson
Edição Thelma Schoonmaker
Elenco Leonardo DiCaprio, Jonah Hill, Margot Robbie, Matthew McConaughey, Kyle Chandler, Rob Reiner, Jon Bernthal, Jon Favreau, Jean Dujardin
Orçamento / Receita US$ 100 milhões / US$ 392.000.694
Anúncios