The Founder é um drama biográfico lançando em 2016. No Brasil o filme chegou com o nome “Fome de Poder“.

O enredo é a história real de Ray Kroc e do império McDonald’s. Não há santos no mundo dos negócios, mas é bom ter algumas virtudes se quiser alcançar o sucesso. Ray com 52 anos de idade quase falido enxergou a oportunidade que ninguém quis ver, apostou tudo que tinha e não contou com o apoio de ninguém. Contra tudo e contra todos, chegou onde só uma pessoa o quis acompanhar: sua segunda esposa.

O roteiro tem velocidade variada sem perder o ritmo. Para desenhar seu marasmo inicial e a força da personalidade do protagonista, algumas situações são obrigatórias e com pouca ação e nestes momentos a lentidão predomina, por obrigação, mas tão logo quanto alcança sua oportunidade e se desenvolve, o desenrolar dos fatos é veloz e intenso.

A mensagem trabalhada é sobre persistência, é a virtude do personagem que predomina sobre o talento dos que o precederam e sobre a genialidade dos que não acenderam. É uma lição de vida para quem acredita na falácia de que a idade é fator decisivo no sucesso ou fracasso, como se tratasse de uma condenação: ali está ele, real e concreto, o homem realizou seu objetivo e o ultrapassou. Ele mudou o mundo e deixou sua marca, um legado.

A fotografia foi um trabalho primoroso de voltar à década de 1950, transitar transcendendo por pelo menos 20 anos sem apelação, pelo contrário, com um esquema de cores mais pastéis e ainda assim vivos. A música foi uma aposta no orquestrado comercial que retirou o jingle da categoria de propaganda e transpôs para a arte das películas. A edição, um trabalho preciso embora meramente técnico e pouco artístico.

A atuação de Michael Keaton é intensa e real, por alguns momentos chega-se a acreditar que seja o próprio Ray Kroc. Linda Cardellini como Joan Smith é de uma sinergia com Keaton que faz parecer que eles se amam inclusive fora do set de filmagem. Nick Offerman como Richard “Rick” McDonald e John Carroll Lynch como Maurice “Mac” McDonald são os dois caipiras talentosos e visionários que muito nos faz pensar sobre ética. O elenco é satisfatório.

A direção cumpriu seu papel e contou a história do empresário e do império: mais que uma narrativa comercial, trata-se de um documento histórico.

A produção contou com orçamento de US$ 25 milhões e fez uma receita de US$ 31 milhões. O filme concorreu a 4 prêmios dos quais ganhou 1.

Uma nota 8,0 é justa.

Trailer de The Founder ( Fome de Poder )

Ficha técnica de The Founder ( Fome de Poder )

Filme The Founder ( Fome de Poder )
Ano 2016
Duração 115 minutos
Produção Don Handfield, Karen Lunder, Jeremy Renner, Aaron Ryder
Direção John Lee Hancock
Roteiro Robert D. Siegel
Fotografia John Schwartzman
Música Carter Burwell
Edição Robert Frazen
Elenco Michael Keaton, Nick Offerman, John Carroll Lynch, Linda Cardellini, Patrick Wilson, B. J. Novak, Laura Dern
Orçamento / Receita US$ 25 milhões / US$ 31 milhões
Anúncios