O livro Poesias Dispersas, da editora Createspace (8 de agosto de 2015) é uma coletânea dos poemas de Machado de Assis entre 1854 e 1939.

A vastíssima obra de Machado de Assis não é apenas um acumulado de escritos de um nome histórico. Trata-se do registro dos momentos altos e baixos daquele que foi o maior escritor brasileiro de todos os tempos.

A poesia é a gravação destes eventos, do que ele sentiu, de como sentiu, ou ainda de como o outro sentiu.

O escritor nasceu em 21 de junho de 1839 e publicou seu primeiro poema em 3 de outubro de 1854, com então 15 anos de idade. Deste momento em diante não parou mais de escrever. Escreveu para diversos veículos de mídia, como periódicos e jornais, além de livros, cartas e traduções. Após sua morte em 29 de setembro de 1908, ainda muitos escritos foram encontrados e parte deles estão registrados neste livro.

Até hoje, novos escritos e retratos são encontrados e publicados, dando substância à vida e obra deste herói nacional. Conhecer sua poesia é conhecer não apenas seu estilo e suas posições face aos inúmeros temas do período, mas também a noção de sua abrangência.

O desenvolvimento cultural de Machado é impressionante, aos 15 anos já dominava as métricas literárias, aos 16 anos já havia lido mitologia grega de Homero, Hesíodo, Sófocles e Ésquilo, o novo e o velho testamentos da Bíblia, Lord Byron, Shakespeare, Almeida Garrett, Camões, Virgílio, Manuel José Quintana, Lamartine, Álvares de Azevedo, entre outros. Aos 17 anos se tornava profissional reconhecido da tipografia. Sua carreira foi uma curva ascendente de muito esforço e dedicação, que a história reconheceu com louvor.

Professou muitas vezes a confissão da fé católica, que é presença constante em boa parte de sua obra. Foi escrevendo que o autor entrou em contato com a arte e expandiu seus horizontes para o teatro e a música, fez ativismo político pelo fim da escravidão, debateu política com outros colunistas midiáticos, escreveu ao próprio imperador D. Pedro II, abordou eventos históricos como a Guerra do Paraguai e o impasse diplomático britânico, ajudou franceses expulsos por Napoleão, entre outras atividades notórias que através de seus poemas, ficaram registradas.

Conhecer Machado é conhecer um Brasil Imperial impressionante, é conhecer o coração quente de um poeta que sofre e se alegra, chora e sorri, vivendo intensamente cada pequeno momento marcante e registra a história de um povo heroico e retumbante, da pátria amada, Brasil.

Download de Poesias dispersas – Machado de Assis – 1854-1939

Para quem sentir a curiosidade de conferir, deixei o livro disponível para download aqui: Poesias dispersas – Machado de Assis – 1854-1939.

Anúncios